spot_img
spot_imgspot_img

Ativando o empreendedorismo na maternidade

Ana Paula Delmonde, fundadora do Dros Ateliê de Costura, Costureira de Mão Cheia, sempre presente e participativa no Instituto Diana Demarchi, contou pra nós como foi o seu início no mundo da costura e sua principal motivação.

Comecei a costurar logo depois que minha filha nasceu. Eu era funcionária pública e trabalhava o dia todo fora. Quando ela nasceu não tive coragem de deixá-la na creche, então pensei na costura como uma fonte de renda. Foi com a cara e coragem mesmo, não sabia costurar. Fui aprendendo olhando vídeos soltos na internet, mas com o tempo percebi que só isso não era o bastante. Eu tinha que me aprofundar, saber realmente o que estava fazendo para conseguir fidelizar o cliente. Em busca de um curso que pudesse me profissionalizar, conheci o CMC (Costureira de Mão Cheia), que foi um divisor de águas na minha vida de costureira. Aprendi e aprendo muito com o curso. Várias técnicas ensinadas são colocadas em práticas no meu dia a dia. Com isso, me senti mais segura em conseguir clientes e poder cobrar pelo meu serviço, que ficou profissional depois do CMC.

Meus clientes vem através de indicação de clientes fiéis, o famoso “boca a boca” e também através das propagandas do Instagram. Meu foco maior é a costura infantil, mas também faço pequenos concertos e reparos como barra, troca de zíper e etc.
O Sebrae foi de grande ajuda nesse meu caminho, os cursos oferecidos através do IDD com parceria do Sebrae abriram a minha cabeça como empreendedora. Abri meu MEI e hoje sou uma microempreendedora com muito orgulho! O Sebrae me fez descobrir a empresaria que existia dentro de mim, com dicas de divulgação, precificação e a importância de nos formalizarmos em nosso ramo. Ou seja com o CMC além de me tornar costureira profissional, consegui também ser empreendedora.


Ser CMC é só alegria. Amo fazer parte dessa grande família de costureiras e saber que eu pertenço a esse grande time, não tem satisfação maior.

Hoje consigo trabalhar dentro de casa, ter a minha renda e independência financeira. Tenho um casal de filhos pelo qual sou apaixonada. Vê-los crescerem e saber do dia a dia deles é um presente que essa profissão me trouxe. Não conseguiria isso em nenhum outro emprego.

Estou onde quero estar que é atrás da máquina de costura e não pretendo ter outro emprego e nem outra profissão. Sou feliz e realizada sendo Costureira!

Visite o Instagram @dros_ateliedecostura e conheça um pouco mais do trabalho da Ana Paula.

Publicações relacionadas

4 COMENTÁRIOS

  1. Ana Paula linda inteligente,atenciosa, me ajudou muito no início do meu curso de cmc 4,sempre pronta para me ajudar nos moldes quando precisava,parabéns pela família maravilhosa e pla costureira que é,muito alegre,esta alegria contagia,agradeço pela amizade,amei sua história.

    • Amiga… Vc sempre tão carinhosa comigo. Obrigada por todo o carinho e pela sua amizade
      Vc é muito especial para mim.
      Mil Beijos e conte sempre comigo. 😘😘😘😘😘

  2. Amiga Sara!!!! Obrigada pelo carinho e pela torcida de sempre. É recíproco viu amiga. Te adoro demais e desejo o melhor para vc. Um beijo enorme 🥰🥰😘😘😘😘

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas publicações