spot_img
spot_imgspot_img

Claudia Barddal, especialista em Patchwork conversa com a Voz da Costura

A Mega Artesanal 2023 nos trouxe muitas coisas boas e nos aproximou de muitas pessoas, uma das pessoas que encontramos na Mega Artesanal mora em Jaraguá do Sul e faz um trabalho lindíssimo em patchwork.

Conversamos com ela para conhecemos um pouco mais desse lindo trabalho artesanal e, quem sabe, unir a costura de roupas com o patchwork para fazer peças de vestuário únicas e exclusivas.

Como você se envolveu com o mundo do patchwork e o que despertou seu interesse por essa forma de arte?

Conheci o patchwork através da minha avó, que presenteou os netos com colchas de patchwork. Não apreciei muito, mas era devido ao cheiro, mas as colchas eram bonitas feitas com retalhos de jeans e tecidos xadrez! Hoje relembrando, vejo que eram feitas com muita técnica e acabamento perfeito.

Alguns anos depois, fazendo o enxoval do meu filho, bordando em ponto cruz as faixas com nome dele, precisava dar acabamento, foi quando conheci uma loja em Curitiba  que tinha todo o material para fazer o patchwork. Me encantei com um livro da Art To Heart, comprei o material e me aventurei na costura dos projetos daquela revista. E assim não parei mais.

Quais são os aspectos mais gratificantes do trabalho com patchwork em comparação com outros tipos de artesanato?

O patchwork é altamente desafiador pela combinação das cores, pelo planejamento do projeto, pelos cálculos dos blocos, mas ao mesmo tempo ele é libertador, porque você tem a opção de costurar blocos extremamente simples, de execução fácil, com liberdade de cores e que resultam trabalhos belíssimos.

O Patchwork tem um aspecto transformador e gratificante. À medida que você aprimora suas habilidades, pode trabalhar em projetos cada vez mais complexos, o que pode elevar sua confiança e autoestima. A sensação de criar algo com suas próprias mãos, seja um presente ou uma peça decorativa para sua casa, ou um trabalho para venda, pode ser incrivelmente empoderador.

Além disso, o patchwork pode ser uma atividade relaxante e terapêutica. A concentração necessária para criar os blocos e montar o projeto final pode ajudar a aliviar o estresse e proporcionar uma sensação de bem estar.

Em resumo, o patchwork é uma atividade que oferece desafios, liberdade criativa, gratificação pessoal e até mesmo benefícios terapêuticos. Ele pode ser uma paixão para muitas pessoas, proporcionando uma maneira maravilhosa de expressar sua criatividade e desfrutar de momentos de lazer e realização profissional, como acontece comigo.

Como você enxerga a relação entre a costura de roupas tradicionais e o patchwork? Existem elementos ou técnicas que se cruzam entre essas duas áreas?

A costura de roupas e o patchwork estão fortemente interligados: pois ambas envolvem a manipulação de tecidos e a criação de peças a partir de um processo de costura. Por um lado temos a costura de roupas baseadas numa modelagem e  do outro lado o patchwork que é a criação do “tecido”.  

Embora a costura de roupa e o patchwork tenham objetivos finais distintos, existem alguns elementos e técnicas que se cruzam entre as duas áreas.

A interação entre estas duas práticas pode trazer resultados interessantes e únicos no mundo da moda e do artesanato. 

Ao criar peças de patchwork, quais são os principais desafios que você acredita enfrenta atualmente?

Meu maior desafio, hoje, é o tempo. Tenho a criatividade fluindo rapidamente, croquis guardados na gaveta, uma enorme a vontade de executar, mas me deparo com um cronograma apertado para fazer aquilo que mais amo: o patchwork.  Isto é o resultado de escolhas: quando resolvi empreender com meu hobby.

Muitas pessoas consideram o patchwork como um hobby. Como você vê a possibilidade de incorporar elementos de patchwork nas roupas do dia a dia?

O patchwork pra mim sempre foi um hobby, mas acabei empreendendo neste campo. Como o tecido é a nossa ferramenta de trabalho, tanto para a costura de roupas tanto para o patchwork, eu vejo facilmente a integração das duas coisas, seja customizando uma peça de roupa, seja construindo um tecido com técnica de patchwork para ser transformado em roupa.

A combinação das duas práticas pode realmente trazer uma nova dimensão à moda do dia a dia. Esta união de técnicas permite com que as pessoas expressem sua individualidade, customizando e/ou construindo do zero a sua vestimenta totalmente única marcando sua personalidade e estilo.

A sustentabilidade é um fator que impacta na possibilidade de acrescentar a arte do patchwork às vestimentas. Afinal, quando você cria algo, no caso tua roupa, dificilmente ela será descartada rapidamente, já que esta peça está carregada de história.

Concluindo o patchwork e a moda cotidiana não apenas oferece um espaço criativo enriquecedor, mas também promove um estilo de vida mais personalizado, consciente e repleto de significado.

Em termos de habilidades técnicas, quais são as principais diferenças entre a costura de patchwork e a costura de roupas? Existem transferências de habilidades de um campo para o outro?

As habilidades técnicas da costura de roupa e do patchwork envolvem basicamente MEDIDA e CORTE. Pra ambas as técnicas elas são importantes e exigem precisão.
Sempre falo para minhas alunas, não adianta cortar errado e tentar consertar na costura. Não funciona!

No patchwork as costuras precisam acontecer de modo preciso para que aconteçam os encaixes nos blocos. Nas roupas as costuras precisam ficar perfeitas para encaixar no corpo e dar um caimento perfeito.

Dominar o uso da máquina de costura, selecionar o tecido correto para cada o projeto ora de patchwork,ora para roupa

Usar e abusar da Criatividade isto é o diferencial na hora de você mostrar seu trabalho.

Quilting aplicado ao patchwork, também é aplicado nas roupas de inverno principalmente (acolchoar)

Acabamento final é primordial para as duas técnicas, um a roupa mal acabada ou um patchwork mal acabado, destrói todo o trabalho. Pode ser o trabalho mais inncrível, mas o acabamento vai dizer muito..

Você pensa em aplicar suas habilidades de patchwork na costura de roupas no seu trabalho de patchwork? Acredita que isso traria alguma inovação ou perspectiva única para suas criações?

Nos últimos tempos tenho pensado sim, em unir estas duas artes. Primeiramente, pensando na arte em si, de transformar uma peça, em uma peça com personalidade, com estilo próprio. Por exemplo, fazer uma gola ou punhos em patchwork, e sobrepor em uma blusa, camisa. Outra opção é criar pequenos blocos de patchwork e aplicá-los em jaquetas, camisas, jeans.

Acredito que você colocar elementos artesanais vai impactar na forma de uso do patchwork, que deixa de ser um painel, uma colcha e entra na vestimenta dando um acabamento diferenciado.

O patchwork é frequentemente associado a padrões e cores vívidas. Como você equilibraria a estética ousada do patchwork com a sutileza exigida na criação de roupas?

As cores também é uma forma de expressão, como o patchwork trabalha contrastes de cores para acentuar a forma, para definir desenhos e movimento.

Na vestimenta optaria por tom sobre tom, com um fundo que tenha um contraste delicado. Isso cria um efeito mais sofisticado, sútil  e refinado.

Outra opção seria o uso de padrões mais discretos, delicados nas áreas onde for aplicar o patchwork.

Caso aplicar um patchwork com cores vividas, escolheria pontos focais, ou seja, pontos estratégicos para aplicar o patchwork para que crie um impacto visual sem carregar a estética geral. Como golas, punhos, costas de jaqueta, barras de calças…

Quais dicas você daria para alguém que está interessado em experimentar o patchwork como um complemento à sua paixão pela costura de roupas? Como começar a explorar essa interseção criativa?

Para quem quer se aventurar no mundo do patchwork e aplicar a moda, eu daria as seguintes dicas: Se familiarizar com as técnicas do patchwork, as técnicas básicas, estas já irão fornecer materiais e aguçar a criatividade incríveis para dar o ponta pé inicial.

Comece com pequenos projetos, simples, aplicando uma gola, um detalhe na manga, para mais tarde construir um tecido e confeccionar uma roupa completa em patchwork.

Conheça mais o trabalho de Claudia Barddal no Instagram https://www.instagram.com/claudiabarddal/

Publicações relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas publicações